21 agosto 2010

As cores rasgavam o céu

Achei algumas fotos antigas minhas aqui. Essa deve ter sido de 2002 no terraço da minha casa em Macaé. Ao encontrá-la acabei escrevendo um poema. Espero que gostem!



As cores que rasgavam o céu

Meu coração pulsava por novidade
Não tinha tempo, para tudo era tarde.
Atos heroicos, desbravamentos
Robin Hood e Dom Quixote.
Uma sensação cálida de urgência percorria meu corpo
Tão frágil, tão bobo.
E as cores que rasgavam o céu mostravam
Que tudo que é sútil e belo
E tudo que nasceu pra ser grandeza
Tem tempo certo pra surgir e ser contemplado.
Comentários
8 Comentários

8 comentários:

  1. Seu "viado", ando muito inspirado! Tá apaixonado(hehehehe)?
    Bonita foto Zuzu, bonito texto!
    Beijocas

    ResponderExcluir
  2. Que tudo que é sútil e belo
    E tudo que nasceu pra ser grandeza
    Tem tempo certo pra surgir e ser contemplado.

    Amém.

    ResponderExcluir
  3. tudo tem teu seu tempo certo!

    amei.
    arrumou uma fã!

    bjs meus

    ResponderExcluir
  4. bom, vou meter o bedelho: aquele template vermelho era lindo!!!

    =D rs

    ResponderExcluir
  5. menina fê,
    Eu fui testar um novo layout aí acabei perdendo aquele! :( Perdi o logo que tinha feito! :(

    ResponderExcluir