25 agosto 2010

Até o futuro

Não gosto de vê você chorando. Dói a alma. Principalmente quando sei que sou o principal responsável por isso. Tenho cicatrizes e feridas demais e não quero que você as tenha também. Dói um pouco vê o teu lado lúdico se apagando. É algo que eu tinha muito forte também e foi se apagando com o tempo. Chora não, um dia a gente se acerta. Não quero atrapalhar seus planos. Pena demais eles não estarem em harmonia com os meus. Mas quem sabe um dia nossos caminhos se encontrem de fato e as coisas se tornem mais simples.

Andei pensando que estava pegando pesado demais. Dei uma pirada. Falei coisas que não deveria. Mas já ta feito, não tem como voltar atrás. Reconheço sim meus erros. E tenho errado há bastante tempo. Não quero ser uma barra de ferro nas suas costas. Um peso desnecessário. Sempre acreditei que tudo tem sua hora. E por mais que eu não me conforme as vezes com esse tempo louco que as coisas resolvem acontecer, sempre tive que aceitar. E estarei aceitando agora. Mas para mim, nesse momento, é como se o sonho tivesse acabado. Continuarei meu caminho por aqui. E como me conheço, continuarei procurando você em cada pessoa que eu encontrar. Um dia você me falou que eu era o ideal de homem que você procurava para se relacionar e eu disse que você era o meu ideal de mulher. Espero que continuemos sendo, e quem sabe uma dia possamos ficar juntos. Até o futuro!
Comentários
2 Comentários

2 comentários:

  1. Tudo ao seu tempo e sua hora.
    Será se tiver que ser.

    Boa sorte.
    Gostei daqui.

    Bjs meus

    ResponderExcluir
  2. um "passarinho" me contou que esse texto não é biográfico... mas é lindo. é verdadeiro... talvez muita gente se identifique. o passarinho, por exemplo! rsrs

    bjs meus

    ResponderExcluir