07 setembro 2010

recheadas possibilidades

Teus olhos tem um sorriso de criança. E quando olho fundo neles sinto celebrando aquilo de mais ingênuo e sincero que existe. Sabe, tem certos momentos que as coisas ficam pesadas demais. E foi num desses que olhei para os teus olhos de sorriso infantil pela primeira vez. E quando digo infantil não é no sentido de imaturidade, é no sentido de possibilidades. Não há nada no mundo mais cheio de possibilidades do que o olhar ingênuo de uma criança. E ao olhar teus olhos acabo lembrando dos arco-iris, das flores, das borboletas – essas ultimamente não vejo mais – dos vagalumes e seus traseiros iluminados. Lembro da minha imaginação fantástico-mundo-de-bob ao pegar duas folhas, grandes, de bananeira e pular do alto de uma árvore de cajá batendo bastante os braços achando que assim alcançaria os céus... Nunca alcancei os céus, mas juro pra você que quando olho fundo nos teus olhos, me sinto mais próximo do sol e da lua e o mundo transborda de recheadas possibilidades...
Comentários
4 Comentários

4 comentários:

  1. Que lindo!!! Anda tão romântico!!Está sobrando material para um disco novinho em folha!
    Uma beijoca, te gosto muito!

    ResponderExcluir
  2. lindo.
    a certeza das possibilidades renovam nossas energias.

    bjs meus

    ResponderExcluir
  3. Olhar cheio de possibilidades, de descobertas, de coisas novas, de aprendizagem.

    Esse tipo de olhar é o que faz o tempo pedalar a vida.

    ResponderExcluir