11 outubro 2010

Leveza

Sonha com uma leveza. E parece que quanto mais íntimo fica de alguém mais as coisas ficam menos leve. Risos, flores, cores, sabores dão lugar a pequenas questões diárias e irritantemente desnecessárias. A pasta de dente que foi pressionada no lugar errado, a manteiga dentro ou fora da geladeira, a televisão alta demais. Tudo isso o cansa. E conforme vai se cansando vai se tornando mais recluso também. As vezes pensa que talvez nunca será feliz com alguém. Ou será feliz por um tempo restrito e determinado. O que busca é apenas a leveza. Leveza quase nostálgica que tem certeza que experimentou em algum momento da vida. Só não sabe bem onde nem quando e não lembra também que rosto tinha...
Comentários
1 Comentários

Um comentário: