21 março 2011

uma delicada forma de calor

O outono começou, mas gosto mesmo é do inverno. Desde de criança guardo recordações maravilhosas dessa época do ano. O melhor domingo para mim sempre foi o domingo chuvoso e frio. Era no inverno que gostava de tomar sorvete. No inverno me sentia mais conectado com o mundo. Sentia um aconchego maior. Talvez por conta de uma melancolia que carrego desde sempre. No inverno gostava de ir a praia ficar lendo. Ficar com namorada a tarde toda fazendo nada. O frio aproxima. O frio me acalenta. E como na música do Lobão acredito que o frio seja “uma delicada forma de calor”. Há dias tenho lembrado de momentos gostosos que passei, geralmente coisa simples, mas que tem como pano de fundo o inverno. Época do ensino médio por exemplo. Voltando para casa e aquele frio e ao mesmo tempo um solzinho gostoso. Aquele sol que aquece mas não queima. Toca a pele, quase fazendo carinho, equilibrado com a brisa gelada que sopra constante...
Comentários
2 Comentários

2 comentários:

  1. hoje consigo apreciar com mais coração a beleza de cada estação. amo o verão. mas estou muito feliz com a chegada do outono. aliás, não vejo a hora de reencontrar o inverno.

    =)

    bjs meus.

    ResponderExcluir
  2. Um outono que esquenta, e tudo que esquenta revela....e.....

    ResponderExcluir